quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Homem se veste de mulher e faz prova do Detran no lugar da mãe



Uma das servidoras responsável pelo exame desconfiou de que ele não se parecia com a foto do documento de identidade entregue

Um homem de 43 anos foi preso por tentar se passar pela mãe durante uma prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Nova Mutum Paraná, em Rondônia. O mecânico Heitor Márcio Schiave estava vestido de mulher e usava maquiagem no dia do exame. As informações são do G1.

Heitor foi descoberto após uma das servidoras responsável pela prova perceber que ele não se parecia com a foto do documento de identidade entregue ao Detran.

Aos policiais, Heitor explicou que a mãe estava em outra cidade, no distrito de Triunfo, e não sabia da intenção do filho.

Heitor foi enquadrado nos crimes de estelionato tentado e falsidade ideológica.

Fonte: As informações são do G1.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Servidores da Secti recebem treinamento do PTI


Na última semana (05), os carros elétricos receberam o sistema de monitoramento remoto por meio do qual cada usuário poderá liberar os carros elétricos utilizando um cartão de acesso. Podem participar do programa VEM DF os servidores que já se encontram cadastrados tanto no banco de dados da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF (SECTI/DF) quanto no Cadastro de Gestão de Frotas do GDF.

A SECTI já possui 265 servidores cadastramos, que foram selecionados nas Secretarias de Estado, nas Administrações Regionais e em outros órgãos distritais. Os critérios de seleção foram definidos especificamente por cada órgão. Os servidores que tiverem interesse em participar do Programa de Carros Elétricos Compartilhados, devem verificar os critérios e regras definidos pelo seu órgão.



Antes de dirigir os carros elétricos, os servidores cadastrados devem participar de um treinamento para saber como fazer a reserva, utilizar o cartão para dirigir, como proceder em no caso de se envolver em um acidente.

O Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), fez o treinamento com a equipe de servidores da SECTI/DF, que está sendo preparada para repassar o conhecimento para outros colegas servidores do GDF.

O Vem DF é uma oportunidade para que cada servidor possa ajudar a construir uma Brasília mais humana, com responsabilidade ambiental e maior qualidade de vida. É assim que o Governo do Distrito Federal está tornando nossa cidade cada vez mais inteligente.

Reportagem: Geysa Albuquerque
Fotos: Ascom Secti/DF

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Julio Cesar promove debate sobre apoio a atletas surdos


A promoção de políticas de apoio e benefícios aos atletas surdos serão temas de audiência pública na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados. A sessão foi requerida pelo deputado federal, Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), e acontecerá nesta quarta-feira (4) no Plenário 4 a partir das 14h30.
O republicano justifica que apesar de serem representados pela Confederação Brasileira de Desportos dos Surdos, os atletas não estão ligados ao Comitê Paraolímpico Brasileiro por terem condições de competirem sem equipamentos específicos ou condições especiais.
Entretanto, os surdos também não estão contemplados no Comitê Olímpico Brasileiro, que reúne todas as Confederações Desportivas. “Essa situação faz com que o apoio ao esporte seja pouco reconhecido pelas instâncias governamentais, e assim, com poucos recursos para se desenvolver”, afirma.
Foram convidados, a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro; a presidente da Confederação de Desportos dos Surdos, Déborah Souza; o secretário especial do Esporte, General Décio Brasil; a senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP); o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Andrew Parsons; o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Mizael Conrado; o presidente da Associação do Centro de Treinamento de Educação Física Especial (Cetefe), Ulisses Araújo e a atleta surda campeã no Badminton, Geiza Oliveira.
Fonte: Ascom- Dep. Julio Cesar

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Carro elétrico é tema de Audiência Pública na Câmara Federal





Na manhã desta quinta-feira (28), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF participou da Audiência Pública para debater sobre a utilização de carros elétricos. O compartilhamento de carros chegou em Brasília em outubro deste ano, por meio do Programa VEM DF, fruto de uma parceria entre o Governo do Distrito Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). A iniciativa de promover o debate foi do deputado federal Julio Cesar.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gilvan Máximo, falou do sucesso do programa VEM DF. “ Essa audiência tem um tema muito rico, pois os carros elétricos são a sensação do momento na tecnologia. Tivemos acesso ao clipping aonde a notícia do lançamento do programa VEM DF saiu em mais de 140 países. Por isso, a implementação do carro elétrico é muito importante porque seu uso é barato, não polui o meio ambiente, não faz barulho e o Governador Ibaneis está incentivando a utilização quando isentou por cinco anos de IPVA quem comprasse o carro elétrico”, destacou.



O deputado Julio Cesar afirmou que a utilização dos carros elétricos é uma realidade na nossa capital. “Não se fala em outra coisa em Brasília e não tenho dúvidas que estamos no caminho certo para tornar Brasília em uma cidade totalmente inteligente”, disse.

Atualmente, o programa VEM DF está sendo divulgado em órgãos do GDF para testes drives. De acordo com o programa, os carros serão compartilhados por um software (Mobi-e), desenvolvido pelo PTI em Foz do Iguaçu (PR), que permite reservar os veículos disponíveis e acompanhar a localização deles. O aplicativo rastreia o automóvel, monitora a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas e até mede a quantidade de emissão de gás carbônico que deixou de ser enviada para a atmosfera. Os carros são desbloqueados com os crachás dos funcionários cadastrados no sistema.


Em Brasília, o projeto é destinado aos servidores públicos distritais - definidos pelo governo do DF - e tem como um dos objetivos reduzir os custos com a manutenção e combustíveis da frota oficial. Os eletropostos e os veículos serão cedidos pela ABDI ao governo distrital em forma de comodato, com cláusulas sobre operação, manutenção, taxas e seguros. 


Reportagem: Geysa Albuquerque

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Izalci promove Sessão Especial do Senado Federal em comemoração ao Dia do Síndico



O Senado Federal, por meio do senador Izalci (PSDB), realizará uma Sessão Especial em homenagem ao Dia do Síndico. A Solenidade ocorrerá no dia 02 de dezembro, segunda-feira, às 10h30, no Plenário do Senado Federal. O evento também será transmitido ao vivo pela TV Senado

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Julio Cesar Ribeiro promove debate sobre a utilização de carros elétricos



A utilização dos carros elétricos em Brasília já é uma realidade. A novidade referente ao compartilhamento dos veículos chegou à cidade por meio do Programa Vem DF, fruto de uma parceria entre o Governo do Distrito Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Com o intuito de ampliar a discussão sobre o tema o deputado federal, Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), promove no próximo dia 28 de novembro, na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara, audiência pública para debater o uso dos veículos e analisar os impactos e desafios da inserção dos mesmos no mercado brasileiro.

“A utilização do veículo elétrico tornou-se mais uma opção de mobilidade aqui na cidade. Estamos nos referindo a um tema recente e por isso acho necessário debater este assunto, uma vez que o nosso objetivo é provocar subsídios que possam levar a uma utilização adequada, já que o governo local pretende transformar Brasília em uma cidade totalmente inteligente”, declarou o proponente, deputado Julio Cesar Ribeiro.

Serviço:

28/11/2019 – Audiência pública debate a utilização de carros elétricos

Hora: 10h

Local: Plenário 9 – Anexo II – Câmara dos Deputados

Texto e foto: Ascom- Dep Julio Cesar

domingo, 24 de novembro de 2019

CCJ aprova projeto que prevê instalação de alarme em banheiro para deficientes

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou vários projetos na manhã desta terça-feira (19)

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Projeto da SECTI revoluciona a tecnologia no DF




No último dia (7/10), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com o Governo do Distrito Federal, com a Agência Brasileira de Desenvolvimento da Indústria (ABDI) e com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), lançaram o Programa de Eletromobilidade compartilhada de Brasília. O objetivo é iniciar a mobilidade inteligente que usa energia limpa e renovável e demonstrar a economia de recursos financeiros em contrapartida ao uso de combustíveis tradicionais. 

Os veículos são destinado ao uso exclusivamente a serviço, de forma compartilhada e apenas por servidores do GDF previamente cadastrados. Os carros poderão circular em rotas pré-estabelecidas, entre unidades do GDF, e os usuários tem de ser habilitados.



O Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gilvam Máximo, afirma que o governo distrital tem como objetivos possibilitar o uso de energia limpa, econômica e renovável. "Além disso, atrair frotas particulares, locadas ou por uso compartilhados de forma semelhante, seja por ente público ou privado. Desta forma o programa economizará recursos públicos visando a melhoria de qualidade de vida", disse.

Os veículos foram cedidos ao GDF em forma de comodato, com cláusulas sobre operação, manutenção, taxas e seguros. A capital do País possui vantagens para o uso de carros elétricos, ou seja, tem o relevo predominantemente plano, que reduz o consumo de bateria e a temperatura é amena.



Os veículos elétricos têm autonomia de até 100 Km e velocidade de até 80 Km/h. O compartilhamento dos carros elétricos será viabilizado por um software (Mobi-e), desenvolvido pelo PTI, que permite reservar os veículos disponíveis e acompanhar a localização deles. O aplicativo rastreia o automóvel, monitora a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas, além de outras informações. Os carros serão desbloqueados com cartões dos funcionários cadastrados no sistema.



Nesta fase inicial a SECTI está proporcionando “test-drive” nos órgãos do GDF. A adesão de cada unidade interessada pode ser manifestada pelo SEI e dúvidas são tiradas na Secretaria, pelo telefone 3312-9919 ou pelo e-mail secretariaexecutiva@secti.df.gov.br.


Reportagem: Geysa Albuquerque

Fotos: Ascom-Secti/DF

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

"Não devemos mudar o nosso corpo para agradar as pessoas", diz Miss Plus Size DF.


E ela não para. Luana Lima, Miss Distrito Federal vai representar o DF em mais um concurso. Dia 18 a 22 de novembro em São José do Rio Preto (SP). Ela que já conquistou vários títulos e agora vai em busca do título de MISS BRASIL PLUS SIZE. 

Recentemente, Luana Lima, ( julho de 2019) representou o DF, no concurso A mais bela gordinha do Brasil, e foi a escolhida do público virtual,  com mais de 800 votos. 

A Miss que desenvolve trabalhos sociais e causas de  empoderamento. Precisa da sua ajuda, para buscar mais esse título. Os custos com o concurso são altos, pois vão desde a taxa de inscrição, a passagens, hotel, translado,  alimentação, transporte e trajes.



Luana Lima acredita, que devido as mudanças de posicionamento, as mulheres reais, que sempre foram as fora de PADRÃO, estão ganhando mais representatividade, espaço e voz. "Graças a mulheres que perderam o medo e a vergonha de mostrar o corpo real. Aquele corpo sem retoques e efeitos, corpos reais e que nos representam. Tento mostrar a cada dia, que o poder de cada mulher, está em suas  mãos, que somos lindas e que podemos tudo", afirma Luana.

A Miss  ainda destaca que a mulher pode estar na política, nas passarelas, onde ela  quiser. "E participar de concursos, me permite, levar esse recado. De que o nosso corpo vai além de aparência, pois somos mais que um corpo, temos uma essência. Carregamos uma história. E o fator principal é que não devemos mudar o nosso corpo para agradar pessoas. Mas as pessoas, devem mudar o seu conceito e ter respeito pelas particularidades de cada pessoa. Pois somos um ser único", finaliza.



Reportagem: Geysa Albuquerque 

Últimas