sexta-feira, 14 de novembro de 2014

A educação no Brasil é preocupante




A qualidade da educação no Brasil continua distante para a grande maioria dos brasileiros. A baixa qualidade de ensino compromete as possibilidades e os potenciais do Brasil, pois prejudica todos os setores produtivos. A qualificação da mão de obra é fundamental para que se consiga aumentar a produtividade e, como consequência, a competitividade dos produtos brasileiros.

Ao analisar a capacidade de se expressar minimamente por meio da modalidade escrita do português, bem como ler e compreender um texto, o Brasil é um país com significativo número de analfabetos funcionais.

De acordo com o Movimento Todos pela Educação, há aproximadamente 14 milhões de analfabetos absolutos e pouco mais de 35 milhões de analfabetos funcionais. O Censo de 2010 mostrou que uma entre quatro pessoas é analfabeta funcional, o que representa 20,3% da população. E mesmo entre os universitários, segundo o Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa, o analfabetismo funcional chega a 38%.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas