sábado, 20 de janeiro de 2018

Wanderley e a terceira via




Fala-se muito na tal terceira-via e que poucos tem coragem de se arriscar por essa seara como fez o atual governador Rodrigo Rollemberg em 2014. Mas parece que o empresário Wanderley Tavares,46,  presidente do PRB-DF irá encarar a empreitada. 

Um das primeiras coisas que Tavares conseguiu de forma mineira, a união do segmento. O empresário conseguiu unir as principais ramificações das Assembleias de Deus ( Adeb-Missão, Madureira, Guará e Comadeplan), só esse grupo reúne três mil templos. Além vários outros segmentos incluindo as convenções independentes.  

Antes apêndice de candidaturas, o segmento não quer ficar a reboque de políticos tradicionais e assim mostrar força nas urnas. 

Nas articulações somam-se a ideia - PPS,PDT,PSC,PODEMOS, PSD e PHS,- além do senador Cristovam Buarque (PPS) que foi um dos primeiros a colocar "pilha" nos evangélicos que agora querem ser  os protagonistas no cenário político. 

Wanderley Tavares nesses últimos meses estava trabalhando calado e assim conseguiu unir várias líderes entorno do seu projeto de ser a terceira-via na sucessão. O discurso será a tecnologia e a inovação na política. 

A legenda e Rollemberg 

Diante disso tudo o governador Rodrigo Rollemberg irá perder mais um aliado e com certeza o PRB deixará a base governista. Portanto, fortes emoções estão previstas para a  próxima semana. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas