terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Surto de dengue ameaça seis regiões do Distrito Federal


Situação é pior em Sobradinho 2. Secretário atribui risco ao racionamento. Como a população está armazenando mais água, aumentou o número de criadouros


Seis regiões administrativas correm risco de ter um surto de dengue, segundo levantamento da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (DF): Fercal, Lago Norte, Lago Sul, Park Way, Sobradinho 2 e Varjão. O estudo aponta que, nestes locais, 3,9% das casas e dos prédios vistoriados pela pasta estão infestados de larvas de mosquitos Aedes aegypti, que transmite também zika e chikungunya. 


No DF inteiro, a média de imóveis infestados chega a 2,05%, suficiente para colocar as autoridades de saúde em alerta. A pior situação é a de Sobradinho 2. Lá, 11,57% das casas e prédios têm larvas e mosquitos, segundo a análise da Secretaria de Saúde. 


"Precisamos alertar a população de que estamos com aumento na infestação do mosquito", avisou o secretário Humberto Fonseca. Em sete semanas, a pasta detectou 360 casos notificados e 295 prováveis de dengue.


Das regiões, Águas Claras, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Riacho Fundo 1 e 2, Santa Maria, SCIA, SIA, Sudoeste e Octogonal registraram niveis satisfatórios. "Mas são números que mudam de uma semana para outra. O alerta vale para todo o DF ", destacou Fonseca.

Fonte: Jornal de Correio Braziliense

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Doença do pombo: saiba como evitar o mal infeccioso, que pode matar



Três pessoas estão internadas no Hospital de Base contaminadas com a doença, transmitida por fungo

A notícia de que três pessoas estão internadas no Hospital de Base contaminadas com doença infecciosa letal transmitida por fungos presentes nas fezes de pombos deixou a população brasiliense em alerta.


O fungo causa alterações no trato respiratório e no sistema nervoso central. Dependendo da região do cérebro atingida, diminui a consciência, provoca convulsões, cegueira, surdez e pode causar até a morte. O índice de mortalidade chega a 70%. 

Diante de tantos riscos, muitos querem saber como agir caso haja grande presença dos animais em suas casas e ruas. Saiba como:



1. Não mate animais, é crime 

Em primeiro lugar, é preciso saber que não se pode, de jeito nenhum, matar os animais. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) alerta que é crime matar ou praticar qualquer ato de maus tratos contra os pombos. Esses atos podem levar à detenção.


Segundo a corporação, "a lei de crimes ambientais prevê detenção de três meses a um ano, além de multa, a quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos". A pena, inclusive, é aumentada de um sexto a um terço se ocorrer a morte do animal.

2. Previna-se contra a presença de pombos

A população pode fazer sua parte para evitar que os pombos sejam atraídos às areas residenciais e comerciais. As pincipais medidas são nunca alimentar os animais e deixar o lixo bem fechado, pois os restos de alimentos atraem essas aves. 

3. Acione os órgãos públicos 


Se houver necessidade de espantar os pombos, a recomendação, de acordo com a Secretaria de Saúde do DF, é entrar em contato com a ouvidoria da pasta, por meio do telefone 160. Caberá à Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) orientar moradores e comerciantes, durante ações de inspeção, a adotar medidas para evitar o aumento da população de pombos.

"A Vigilância Ambiental não faz captura ou eliminação desses animais, porém, nas inspeções, identifica a origem do foco e orienta as medidas a serem adotadas", informou a pasta de Saúde em nota.

4. Empresas de dedetização são uma opção 

Há ainda a opção de contratar empresas de dedetização, que não aplicam venenos nocivos às aves, mas inseticidas contra o piolho do pombo. O serviço inclui ainda o recolhimento de ovos, pombos e ninhos e o uso de repelente para afastar animais. O Correio fez três orçamentos em empresas de dedetização e contatou que o preço médio é de R$ 900, devendo ser repetido a cada dois meses.
  
Fonte: Correio Braziliense

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

30ª Sabatina ABBP entrevista pré-candidato ao GDF, Goudim Carneiro






Aconteceu nesta segunda-feira (19), na sala de reuniões da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), a 30ª edição do projeto sabatina ABBP. O entrevistado foi Goudim Carneiro pré-candidato ao governo de Brasília e vice-presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB).

Maioria de homens no PMB

“O PMB é o Partido da Mulher Brasileira e não um partido de mulher. É um partido para que a mulher se sinta bem, sabendo que tem uma sigla que a representa. Precisamos fazer com que o homem tenha consciência da capacidade da mulher.”

Composição

“Não farei composição com “partidos ficha suja” e nem parceria com políticos com culpa no cartório. Se tiver que vender a alma pro Diabo! Isso, nós não vamos fazer.”

Propostas de Governo

“Meu projeto de governo é novo e sem mentiras. O candidato que diz que vai atender a tudo, ele está mentindo.”

Processo politico econômico e social para a mulher

“Não temos nada elaborado. Queremos que a mulher venha. Estamos fazendo um chamado discutir propostas.”

Economia local

“Não basta somente ter um incentivo. O que este governo faz é uma farsa.”

Sobre os pré-candidatos ao Buriti

“Por trás de algumas falsas propagandas a maioria deles é, na verdade, candidato a deputado federal ou até mesmo a distrital o que não deixa de ser uma enganação.”

Sobre Jair Bolsonaro

“Eu acho que o país precisa de um choque. No momento, não acho que o Bolsonaro seria o melhor para o nosso país.”

Saiba mais sobre a sabatina com Goudim Carneiro nos blogs abaixo

Sandro Gianelli (Conectado ao Poder – Rádio OK FM / Coluna On´s e Off´s – Jornal Alô Brasília); Hudson Cunha (Blog do Hudson Cunha);Josiel Ferreira (Tudo Ok Notícias); Rodrigo Mercúcio (Blog do Mercúcio); Hamilton Silva (Blog do Hamilton Silva); Kleber Karpov (Politica Distrital); José Gurgel (Guerrilheiro do Cerrado); Paulo Fernando (Paulo Fernando); Maria Célia (Blog da Maria Célia Leão ); Geysa Albuquerque (Blog da Geysa Albuquerque); Emerson Tormann (Atualidade Política); Tony Duarte (Radar DF); e Danúbio Martins, padrinho da ABBP.

Fonte: ABBP

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Sabatina com Goudim Carneiro



Na noite desta segunda-feira (19), a Associação dos Blogueiros de Política do DF e Entorno participaram da sabatina  de José Goudim Carneiro, que é pré- candidato ao Palácio do Buriti. O encontro aconteceu na ACDF  e contou com a presença de vários blogueiros, dentre a jornalista Geysa Albuquerque.

A blogueira  questionou qual era a estratégia para resolver a questão da falta de transporte público e a ausência de incentivo à educação para as crianças que estudam nas zonas rurais do Distrito Federal e Entorno.

Goudin respondeu que o problema é bem comum. "Queremos construir uma solução em conjunto, ou seja, a participação popular é fundamental. As crianças não precisam sair de suas casas, pegar um ônibus e estudar longe da onde mora. Elas merecem estudar perto de suas residências", explicou.

Em entrevista, o pré- candidato afirmou que a maioria das vezes este  transporte escolar é precário."Infelizmente já aconteceu várias tragédias com crianças e existem casos de máfia colaborando com a evasão escolar", disse.

Goudim encerrou a sabatina dizendo que quer deixar um legado de luta. "Não quero deixar bens materiais para meus filhos, mas quero deixar esse legado de garra porque vivi a minha vida toda lutando pelo povo.  A minha pretensão ao Governo é acreditar na possibilidade de mudança", finalizou.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Feitos de barro


Reconheço que o ser humano é a obra mais extraordinária da criação visível. Embora tenhamos sido dotados de inteligência, força e beleza, fomos feitos de barro. Isto é, todos fomos vestidos de fragilidade para que assim possamos depender do Criador.
Eu vejo isso especificamente na minha vida, porque por mais que eu lute com “unhas e dentes” para conseguir fazer tudo o que preciso, quanta coisa escapa ao meu alcance! A quantas pessoas não consigo dar a atenção que merecem, os abraços que precisam, o estímulo que falta …
Por mais que eu fale e faça, dentro do meu peito mora sempre a sensação que as palavras e atitudes não foram suficientes. Por isso, eu aprendi a recorrer à confiança que somente o Espírito Santo opera eficazmente até mesmo naquilo que não foi dito e não foi feito.
São muitas as situações que cooperam para que venhamos reconhecer a fragilidade da vida, como por exemplo:
* Problemas que desafiam as nossas forças e, mesmo lutando, a solução está além da nossa capacidade de resolvê-los. Então precisamos orar, confiar e esperar pelo socorro do Alto.
* A pressa e o desejo de trabalhar noite e dia sem parar, muitas vezes, são detidos pelo corpo que grita: “Calma, não pode ser assim!” E aí basta um esgotamento para o cabelo cair, a pele pipocar em eczemas, a memória oscilar. Basta uma noite mal dormida para a cabeça doer; uma oscilação brusca na temperatura para a gripe aparecer. Basta alguns dias sem mexer para as articulações rangerem como se fossem enferrujar, rs.
Todas essas limitações nos movem a suspirar pela Salvação, pelo céu e pelo novo corpo, igual ao do Senhor Jesus. Lá, O contemplaremos e O serviremos por toda eternidade e sem pausa; sem cansaço físico; sem adversidades; sem tristezas…
Só consegue enxergar assim quem vive na perspectiva de Deus, porque percebe que, embora estejamos tecidos em fraquezas, há um propósito grandioso dEle para com a Sua obra.
Reconhecer nossa condição de fragilidade afasta a arrogância e o orgulho e eleva pilares que nos sustentam para a eternidade, como a humildade, a bondade, a simplicidade, a compreensão, a misericórdia…
Quando me abaixo sob a potente Mão de Deus, Ele vem e completa aquilo que falta em mim.
E quando Ele entra com a Sua parte, tudo se torna perfeito, leve e permanente.
Sendo assim, eu não ouso caminhar dependendo da força do meu braço, senão minhas fraquezas e limitações serão cada vez mais visíveis e me impedirão de prosseguir e crescer para a excelência da fé e para a confiança máxima no Espírito Santo.
Somos sim feitos de barro, mas podemos ter o alto privilégio de abrigar dentro de nós o Espírito infinito do Deus Altíssimo, e isso é honra demais para um ser tão pequenino como o homem. 🙂
Núbia Siqueira - do Blog Cristiane Cardoso

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Moradores do Recanto das Emas estão sem água há cinco dias


Quadras afetadas ficam ao lado do reservatório da Caesb. Estatal diz que ‘abastecimento está normal, conforme o plano de rodízio.


Moradores de duas quadras do Recanto das Emas, região administrativa do Distrito Federal, reclamam que estão sem água desde sábado (10). Na tarde desta quarta-feira (14), quinto dia sem abastecimento, as torneiras continuavam secas.


As quadras afetadas – 401 e 402 – ficam ao lado do reservatório da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb). Os moradores disseram ter ido à empresa e ligado no número 115, mas receberam a informação de que o abastecimento estava “regular”.


Uma das prejudicadas é a autônoma Maria José dos Santos Silva. Na casa dela, moram 10 pessoas. A caixa d’água não suportou tantos dias de escassez. “Estamos pedindo comida de restaurante porque, infelizmente, não temos água nem para fazer comida”, afirmou ao G1.

Na casa da mulher, uma idosa de 90 anos está doente e não sai da cama. A falta de água impede a higiene dela e dos outros moradores do lugar – inclusive duas crianças.

Mais racionamento


O problema na região começou no sábado, dia de racionamento. A água ainda não voltou às torneiras, mas a cidade será afetada de novo pelo rodízio na sexta-feira (16).


Em nota enviada ao G1, a Caesb argumentou que “o abastecimento (no Recanto das Emas) está normal, conforme o plano de rodízio”, depois de ter sido estabilizado no domingo e na segunda-feira.

Fonte: G1

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Sustentabilidade econômica do arcabouço de políticas sociais brasileiras



O atual modelo de desenvolvimento econômico brasileiro faz com que as políticas sociais dependam diretamente ou indiretamente de um crescimento econômico, baseado na exploração e exportação de recursos naturais e das nossas commodities.

Este modelo de desenvolvimento na exploração de uso de recursos naturais pode está perto do fim. Como nada é para sempre, os limites das reservas naturais, recursos minerais petrolíferos, florestais e as mudanças físicas, sociais, climáticas e a persistência das desigualdades nos trazem uma reflexão sobre este modelo.


Se hoje a sustentabilidade ainda é vista por muitos como um tema de debate supérfluo ou conservador, principalmente por setores empresariais que somente querem pensar na elevação dos seus negócios; é chegada a hora de pensarmos com sensibilidade no futuro do nosso país, ou seja, precisamos pensar na diminuição da emissão de gases de efeito estufa, na diversidade da produção agrícola que mantém a floresta de pé, na preservação dos rios e da biodiversidade e outros pontos.



segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Administrador vai pra rua e ajuda na Operação Tapa Buracos em Samambaia



Olha só que iniciativa do administrador de Samambaia, Paulo Silva. A Operação Tapa Buraco realizada nas QN 305/ 307 e no centro urbano Qd. 301/ 302 foram estendidas neste final de semana. O administrador e toda sua equipe fizeram questão de ajudar nos trabalhos mesmo em um dia chuvoso. Eles ficaram no local acompanhado a execução das obras para evitar os transtornos causados pelos buracos. 

"O nosso objetivo é atender as reivindicações dos moradores o mais rápido possível. Por isso, estamos unindo forças  e colocamos toda a nossa equipe na rua este final de semana", afirmou o administrador.

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Rodolpho Hot Hot pode ser o deputado distrital mais votado em 2018

Pesquisa para deputado não funciona muito bem, mas há indícios de que o pré-candidato pode ser o mais bem votado nessas eleições

Instituto Federal de Brasília oferece 1.400 vagas em cursos gratuitos

Os cursos oferecidos são nos campi Brasília, Ceilândia, Estrutural, Gama, Planaltina, Riacho Fundo, Samambaia, São Sebastião e Taguatinga


Divulgação/IFB

Entenda as modalidades
Veja em qual delas você tem interesse em se inscrever:




Integrado – Proeja (Curso Técnico + Ensino Médio no IFB): Cursos para maiores de 18 anos que cursaram o Ensino Fundamental, mas não concluíram o Ensino Médio. Duração média de 3 anos.

Concomitante (Curso Técnico no IFB + Ensino Médio em outra escola): Esta modalidade é voltada para os estudantes que estejam cursando o Ensino Médio em outra escola. Assim, ele fará ao mesmo tempo o Ensino Médio (em sua escola de origem) e o curso técnico no IFB.

Subsequente (Pós-Médio): Para quem já concluiu o Ensino Médio. De 1 a 2 anos de duração.

IFB opera no limite
Criado em 2008 e hoje com 16 mil alunos, o Instituto Federal de Brasília tem enfrentado dificuldades para funcionar devido a sucessivos cortes de orçamento impostos ao Ministério da Educação pelo Planejamento federal. Só neste ano, a instituição perdeu mais de R$ 7 milhões. Os recursos passaram de R$ 29,9 milhões em 2016 para R$ 22,1 milhões em 2017, comprometendo serviços e investimentos.

Nos próximos dias, a Reitoria anunciará as áreas que sofrerão contigenciamento em 2017. No entanto, o reitor do IFB, Wilson Conciani, descartou enfaticamente a possibilidade de redução no total de vagas, cancelamento de cursos e fechamento de unidades. “Isso iria em direção contrária à própria razão de ser dos institutos federais, que foram criados para servir a comunidade”, afirmou ao Metrópoles.

Fonte: Metrópoles

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Pai morre após reconhecer corpo da filha



Amigos da família disseram que pai e filha eram muito apegados e ele ajudava a cuidar dos netos


Um homem de 54 anos teve um derrame cerebral após reconhecer o corpo da filha, de 23 anos, achado sem roupas numa área de matas, em Votorantim, interior de São Paulo.

O pai da jovem, o autônomo Sílvio Francisco, morreu na noite desta quarta-feira, 31, no Hospital Regional de Sorocaba, onde estava internado. Seu corpo será sepultado nesta quinta-feira, 1º, no Cemitério Municipal de Ibiúna, no mesmo local em que a jovem foi enterrada, no último sábado, 27. A tragédia familiar chocou moradores de Ibiúna, onde a família reside.

A jovem Francine Aparecida Pereira Francisco desapareceu no dia 15 de janeiro, após sair de casa para ir à casa de uma amiga. Mãe de duas crianças, ela deixou os filhos sob os cuidados da avó e não retornou. O corpo foi encontrado por um pescador, seis dias depois, no bairro Carafá, zona rural de Votorantim.

Fonte: Estadão Conteúdo

DF terá nove feriados e sete pontos facultativos em 2018

Programação será seguida pelos órgãos locais da administração direta, autárquica e fundacional


O Distrito Federal terá nove feriados, entre nacionais e locais, e sete pontos facultativos em 2018. As datas foram divulgadas no Decreto n° 38.835, de 31 de janeiro de 2017, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (1º).

A programação será seguida pelos órgãos da administração direta, autárquica e fundacional do DF, sem prejuízo da prestação dos serviços considerados essenciais. A rede pública de ensino deverá levar em conta o calendário escolar aprovado para o ano letivo de 2018.

Veja os feriados e pontos facultativos de 2018 no DF:
12 de fevereiro (segunda) – carnaval (ponto facultativo)
13 de fevereiro (terça) – carnaval (ponto facultativo)
14 de fevereiro (quarta) – Quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas)
30 de março (sexta) – Paixão de Cristo (feriado nacional)
21 de abril (sábado) – aniversário de Brasília (feriado local) e Tiradentes (feriado nacional)
1º de maio (terça)- Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional)
31 de maio (quinta) – Corpus Christi (ponto facultativo)
7 de setembro (sexta) – Independência do Brasil (feriado nacional)
12 de outubro (sexta) – Dia de Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional)
28 de outubro (domingo) – Dia do Servidor Público (ponto facultativo)
2 de novembro (sexta) – Finados (feriado nacional)
15 de novembro (quinta) – proclamação da República (feriado nacional)
30 de novembro (sexta) – Dia do Evangélico (feriado local)
24 de dezembro (segunda) – véspera de Natal (ponto facultativo após as 14 horas)
25 de dezembro (terça) – Natal (feriado nacional)
31 de dezembro (segunda) – véspera de ano-novo (ponto facultativo após as 14 horas)

Fonte: Agência Brasília

Últimas